sábado, 24 de julho de 2010

(...)

Talvez as coisas da vida não devessem ser como o cristal, frágil e delicado.
Mas como o diamante, duro e lapidável...

Quem sabe desta maneira, as marcas seriam diminuídas e as mágoas menores...

3 comentários:

tati_nanda disse...

Seria de grande ajuda se fosse assim..
porém também seria com menos sentimentos.... todos os sentimentos juntos, é que nos formam..
os baques e lascões são terríveis, de nos tirar de órbita...
mas tudo junto é que forma o que somos.

bjo flor

Denise Portes disse...

Isso é verdade, para o amor fluir é preciso que as mágoas deixem de existir.Obrigada por sua visita ao Delírio da Bruxa, também te sigo.
Beijo
Denise

disse...

Obrigada gurias, adoro quando passam por aqui!Sintan-se em casa sempre!